×

SHAFT é criticado por explorar seus animadores

Continua após a publicidade..

SHAFT é criticado por explorar seus animadores

©Gotoubun no Hanayome

Em mais de uma ocasião já falamos sobre o quão cruel pode ser a indústria de anime no Japão, mas sempre há uma oportunidade de revisitar o assunto. A evidência mais recente vem de uma série de postagens no Twitter de Hiroto Nagata, um dos animadores mais proeminentes dos estúdios SHAFT, que compartilhou que já estava farto de seu trabalho pela forma como é pressionado.

Não posso mais sentar na minha mesa porque trabalho demais. Só ficar sentado ali faz meu coração disparar e me dá falta de ar, não tenho mais vontade de desenhar nada‘, escreveu ele em sua conta no Twitter.


Além disso, Nagata também explicou que os próprios supervisores de animação são extremamente cruéis com os animadores, lembrando-lhes constantemente que são “bens descartáveis ​​e substituíveis”:

“O chefe de produção disse-me que se eu não me sair bem desta vez, serei apagado da indústria do anime, por isso estou a trabalhar enquanto choro, dizendo a mim mesmo que se não trabalhar o suficiente, eles vão apagar-me daqui. Eu queria responder a ele que não estaríamos nesta situação se não tivéssemos ficado superlotados com projetos, mas não adianta brigar com o produtor neste momento”.

Continua após a publicidade..


Ele ainda mencionou que as consequências da pressão em seu trabalho como artista já o afetam mesmo quando não está trabalhando:

“Sonhei que alguém no trabalho me estrangulou e quando acordei, por algum motivo, ainda doía. Desde aquele dia, tenho uma sensação constante de sufocamento, como se minha garganta estivesse sendo empurrada para baixo. Fiquei preocupado e fui ao hospital para fazer um exame de garganta, mas nada aconteceu. O que é isso?’.”


Claro que a pressão no trabalho é o pão de cada dia de qualquer trabalhador de qualquer tipo de indústria e depende de cada pessoa o quanto isso pode nos afetar. Embora alguns possam dizer que Hiroto Nagata está “agindo como uma garotinha”, nem todos têm a mesma resistência a esse tipo de comportamento no trabalho. Além do mais, é provável que Nagata sofra esse tipo de abuso há anos e só agora finalmente explodiu.

Continua após a publicidade..

Mas é claro que a situação não passou sem comentários:

  • “Oh meu Deus, é terrível. Parecem condições de trabalho péssimas. Ninguém deveria trabalhar sob esse tipo de pressão. Onde estão as organizações que protegem os trabalhadores no Japão?”
  • “E você achava que esse tipo de coisa só acontecia no MAPPA?”
  • “Sim, toda a indústria do anime pensava assim. As pessoas achavam que isso só acontecia no MAPPA? Muitos dos animadores já estão acostumados com essas práticas”.
  • “Então, será que algum dia os artistas deixarão de levantar o rabo para serem fodidos e finalmente se organizarão para defender os seus direitos? Ou eles simplesmente ficarão surpresos ao vê-los sendo estuprados sucessivamente?”
  • “Não é como se só o MAPPA tivesse péssimas condições de trabalho, qualquer estúdio tem.”
  • “Estes estúdios de animação no Japão deveriam ser sujeitos a auditorias por parte do Governo. Como é que eles conseguem se safar sempre?”
  • “É tão fácil para os animadores como entrar em greve e paralisar a indústria. Ninguém sabia sobre os roteiristas de Hollywood até que eles entraram em greve e paralisaram a televisão por semanas. Por que não fazem o mesmo no Japão?”
  • “Os japoneses têm uma mentalidade tão podre que estão dispostos a serem fodidos física e psicologicamente para serem alguém na sociedade.”
  • “A SHAFT está na merda desde 2018, quando o FATE/EXTRA falhou como projeto de adaptação, levando à perda de muitos trabalhadores vitais. Eu queria saber o que está acontecendo com este estúdio hoje em dia, porque raramente os vemos fazendo alguma coisa.”

Fonte:Aqui!

Publicar comentário

error: Content is protected !!